17 de novembro – Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata

Novembro foi escolhido como mês oficial de conscientização sobre o câncer de próstata, pois 17/11 é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata. O “Azul” veio da cor oficial usada como símbolo de combate à doença. Surgiu assim o Novembro Azul, movimento que prioriza ações de conscientização sobre a neoplasia.

O câncer de próstata é o tumor mais comum entre homens com mais de 50 anos. De acordo com estatísticas americanas, um em cada seis homens desenvolverá câncer de próstata no decorrer da vida. Entretanto, somente um em cada trinta e cinco morrerá em decorrência da doença. Sabe-se que ter um parente de primeiro grau com diagnóstico de câncer de próstata aumenta em duas vezes a probabilidade de desenvolver a doença, o risco é maior quando o parente for irmãos, ou quando há vários casos na família.

O Instituto Nacional do Câncer (INCA), estima que 68.220 homens sejam acometidos com o câncer de próstata para o biênio 2018/2019. Esses valores correspondem a um risco estimado de 66,12 casos novos acada 100 mil homens. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer de próstata é o mais incidente entre os homens em todas as Regiões do país.

O exame físico (de toque) é realizado pelo médico e dura apenas 10 segundos! Tem como objetivo analisar a consistência da próstata, o tamanho e se existem lesões palpáveis através do reto na glândula. Esse exame ainda gera muita polêmica e, talvez por isso, a conscientização sobre a gravidade da doença seja tão necessária. É preciso acabar com o preconceito que ainda existe em muitos homens.
 
O exame de toque, junto com o PSA, deve ser feito anualmente, como rotina. É fundamental que todo homem entenda que a saúde deve ser colocada em primeiro lugar, acima de qualquer construção cultural que possa levar ao preconceito.



Fonte: Oncoguia